Reviver no Espaço

REVIVER NO ESPAÇO

Conheça o quotidiano da cidade de Bracara Augusta através da visita e do contacto com diferentes ofícios, onde pode interagir, conviver e experimentar.

Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa

Nas duas primeiras semanas de maio, o Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa, promove visitas guiadas encenadas para as escolas e para o público em geral, que têm como objetivo sensibilizar os alunos e famílias para a época Romana.

 

Schola (Área Pedagógica) | Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva

Na sala do Arco, da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, é recriada uma Schola onde podemos aprender filosofia e de uma forma mais pedagógica construir e entender o significado do amuleto das crianças do império romano, numa oficina de Bulas.

 

 

Bestiarum Locus (Exposição e Demonstrações de Cetraria, Cavalos, Cães e Animais Exóticos) | Largo Paulo Orósio

A admiração, o respeito e tratamento nutrido por determinados animais era muito importante no seio da civilização romana, chegando mesmo a usá-los como figura principal das insígnias de poder civil e militar, como é caso da águia de Júpiter. Eram também muito apreciados no plano religioso e da adivinhação bem como na sua ostentação.

Neste espaço recriado para si, inserido na área do acampamento legionário (Castra VI Victrix), poderá apreciar a arte de cuidar, treinar para a caça e a demonstração de voos bem como a beleza de equídeos que farão pomposos circuitos pelo mercado. Neste espaço, poderá apreciar também, por um lado, o exotismo de vários répteis e serpentes, exibido por um mestre da adivinhação, vindos de outras paragens, e, por outro, a imponência de aves de rapina (águias, falcões e noturnas) em exposição.

Ars Monetalis (Cunhagem de Moeda) | Largo S. João do Souto

A circulação monetária entra definitivamente no quotidiano dos Brácaros e de todo o noroeste peninsular, quando sob o império romano emerge a cidade de Bracara Augusta. Neste espaço pode apreciar a cunhagem de uma moeda caraterística, conhecida atualmente por moeda de “caetra” que nos remete para os primórdios da cidade, onde no verso apresenta uma efígie romana como forma de propaganda política, no anverso apresenta o desenho de um “caetra” típico dos escudos dos guerreiros galaicos, simbolizando uma assimilação cultural e a dita “Pax Romana”. Introduzidas através das legiões, nos primórdios de Bracara Augusta, são o primeiro exemplo de cunhagem no Noroeste, a circular pelos habitantes já súbditos de Roma e Augusto.

Castra Leg. VI Victrix (Acampamento Militar) | Largo Paulo Orósio

Dinamizado pela Equipa Espiral, representa o quotidiano de um legionário na “Legio VI Victrix”, legião presente no Noroeste Peninsular no tempo do César Augusto. Neste local o visitante pode ser recebido nos aposentos do General Agrippa e descobrir mais sobre indumentárias, construção de armamento, encenações de exercícios e técnicas de combate.


Bracara Augusta Cultus Corporis | Rossio da Sé

Mente sã em corpo são, um olhar introspetivo ao quotidiano dos cidadãos de Bracara Augusta. Um espaço dedicado ao corpo e à sua beleza, composto por áreas temáticas distintas: “Uguentarius, Medicus, Ornator e Cultus Corporis”.
Uma representação de quotidianos que aborda temas sobre a cultura romana e o status de cada cidadão ou escravo. Personagens como um casal de recém Patrícios, que em tempos eram um casal tribal, tentam agora integrar-se nos ritos diários da sua nova cidade, que se vai transformando à medida das necessidades dos seus novos habitantes, oriundos do outro lado do império. 

Domus Ciborum (Áreas de Alimentação)

Platea Apicii – Praça do Apício | Largo das Carvalheiras
Platea Gari – Praça do Garum | Largo de S. Paulo

Nas “tabernae” os visitantes podem deliciar-se com os mais simples petiscos ou os mais ricos e elaborados pratos de inspiração ou receita romana recriada a partir da mais nobre fonte: De Re Coquinaria, escrita por Marco Gávio Apício.

Lyceus Romanus (Área Pedagógica) | Seminário de Santiago

Um Lyceus Romanus, recriado na área do “Peristylum” da Domus do Seminário de Santiago, oferece aos visitantes um espaço destinado a várias formas de pedagogia! Podem aprender, à boa maneira romana, a língua latina, oficinas de arqueologia e aprender diferentes artes e ofícios da época.

 

Domus Camali (Casa de Camalo) | Largo de Santiago

Recriação de parte de uma Domus (casa) romana com átrio, onde habita a família de Camalo, de origem indígena da região dos Bracari, que recentemente se mudaram para o seio da urbe de Bracara Augusta, onde detêm relevante importância comercial e social.

Neste espaço pode visitar a área comercial, gerida pela família, do thermopolium, (comércio de restauração) como também, a área mais privada da Domus. Sinta-se como se de um convidado de Camalus se tratasse, entre pelo atrium (átrio) e visite desde o cubiculum (quarto) onde descansam, o tablinum (escritório) onde Camalus faz os seus escritos, o lararium (oratório) onde fazem as suas orações, até ao famoso triclinium (sala de jantar) onde convivem e se alimentam. Conviva com o quotidiano da Domus Romana de Camalus e sinta-se em Bracara Augusta.

 

Templum deorum A Casa dos Deuses | Termas Romanas do Alto da Cividade

Desde a sua fundação que a prosperidade das cidades romanas do império, carecem de uma aprovação divina, e o quotidiano dos seus habitantes, requer uma concordância constante com os seus desígnios, uma harmonia entre os Homens e os Deuses, a “Pax Deorum” plena!  A Braga Romana – Reviver Bracara Augusta 2022, recria a dinamização de um “Templum”, essencial para a boa fortuna dos Bracaraugustanos e da sua magnífica Urbe. Neste espaço sagrado dedicado aos deuses superiores que compõem a “Tríade Capitolina”, interpretados por sacerdotes de um “collegium augurum”, são emanados os desígnios de Júpiter, o supremo, o Deus dos Deuses, sua esposa e irmã Juno, na sua forma de rainha dos Deuses, e sua filha Minerva, representando a Sabedoria, que “ad aeternum” irão determinar o futuro de Bracara Augusta.

Ars Medica (Medicina e Cirurgia) | Largo S. João do Souto

A medicina teve uma forte presença e evolução na civilização Romana, quer fosse no campo militar, civil ou religioso. Bracara Augusta não foi exceção, chegando mesmo os seus cidadãos a prestar culto votivo a Asclepius e Hygia, deuses da medicina na sua forma grega. Neste espaço, o visitante pode visualizar as mais variadas formas de tratamento medicinal, quer seja através da aplicação de remédios, como das técnicas de intervenção cirúrgica, bem como apreciar uma parafernália de instrumentos e algumas receitas medicinais.

Vicus Bracarus (Aldeamento Brácaro) | Largo Paulo Orósio – Capela de S. Sebastião

Evocando uma convivência pacífica, entre Brácaros e os Bracaraugustanos, a Braga Romana – Reviver Bracara Augusta 2022, dedica uma das suas áreas à recriação de um Aldeamento Brácaro. Neste espaço, poderemos apreciar um modus vivendi característico dos Bracari / Gallaici, povo pré-romano que habitava a região. As suas casas, a sua comida, o curandeiro que trata das suas maleitas com a proteção dos seus deuses, o armamento dos seus guerreiros galaicos, os seus ofícios de ferraria, tecelagem e tinturaria, e até os seus animais domesticados como a vaca, burra, cabras, ovelhas, patos, coelhos, e galináceos farão as delícias de todos os seus visitantes.

 

Mercatus Romanus (Artesãos e Mercadores) | Ruas do Centro Histórico

Por várias ruas do centro histórico, o Mercatus Romanus expande-se e nele podem ser apreciados e adquiridos vários produtos como metais, olaria, tecelagem, bijuteria, cestaria, vidro, cantaria, couro, marcenaria, produtos naturais e alimentares. Ao longo do mercado o visitante pode interagir com os melhores mestres ferreiros, marceneiros, oleiros, curtidores de peles, médicos, perceber da arte da salga, da secagem do peixe e os mistérios do Garum (o famoso molho de peixe que temperava a comida diária dos romanos) e experimentar a cunhagem da moeda em diferentes plateae officiorum.